Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Regressei às aulas.

Regressei às aulas, regressei ao trabalho, à minha actividade principal. Com algumas novidades desagradáveis, como mais uma baixa de salários e uma redução de 10 minutos no recreio, entre outras pequenas coisas.

 

Continuo com as mesmas turmas do ano passadoe mais duas novas. Veremos como as novas se vão comportar!

 

Foi muito bom ter ficado na mesma escola e rever os meus alunos. Sabem o que é incrível, é o facto de os miúdos mais mal comportados e das turmas mais rebeldes virem ter comigo e mostrarem o seu contentamento por continuarem comigo. Acredito que isto significa que os miúdos gostam efectivamente de mim - e eu deles -, apesar de ter de fazer o papel de má e mandona muitas vezes e que eu odeio!

 

É bom retornar aos sítios onde somos e nos fazem felizes. é bom retornar às rotinas na companhia de quem nos faz feliz.

O meu regresso às aulas.

 

O meu primeiro dia de aulas foi na sexta-feira e posso dizer que foi um dia feliz. Foi um daqueles dias em que nós sentimos que gostam de nós, que somos bemvindos.

 

Antes de entrar na escola, e porque ainda era muito cedo, fui beber um café ao restaurante que fica ao lado como gosto de fazer. Dei dois dedos de conversa com os patrões e os empregados e quando me preparo para vir embora, entram duas auxiliares. "Vai entrar já? Então sente-se aqui um bocadinho connosco, professora.", convidaram elas e eu assim fiz. Mas dois dedos de conversa sobre as nossas férias e novidades da escola, e lá regressámos juntas para o local de trabalho.

 

Como sempre, os meus alunos recebem-me efusivamente e com muitos abraços e beijinhos. E que bem que isto sabe! Eu também sou assim com eles e gosto de o ser. Só para terem uma ideia, ia eu a passar num dos corredores e uma colega minha tinha a porta da sala aberta, assim que os alunos dela - que são do primeiro ano - me viram, levantaram-se das mesas e correram em direcção à porta aos gritos "teacheeeeeerrrr". Ahahahaha! Se a minha colega não tivesse fechado a porta, tinham saído todos cá para fora! Depois de ter terminado a aula, fui lá dar uma beijoca e não é que se penduraram todos ao meu pescoço aos beijos e quase me deitaram ao chão?!? :)

 

Mas os meus regressos à escola são sempre um motivo de grande alegria mas também de alguma tristeza. Alegria por rever os meus alunos de que tanto gosto e tristeza por ver que alguns não puderam permanecer ali. Esta crise está a complicar a vida aos pais e às crianças, e por mais vontade que tenham de permanecer lá, o orçamento familiar e o encarecimento dos bens essenciais não o permitem.

 

Hoje foi o meu segundo dia de regresso às aulas. É bom voltarmos ao local de trabalho onde gostamos de estar, onde nos sentimos integrados e onde gostam de nós apesar de alguns pesares. É bom rever os colegas e voltar áquelas cumplicidades nossas, em que também nós parecemos miúdos. E é bom ficarmos na sala uns dos outros, sentados nos lugares dos alunos (enquanto adiantamos algum trabalho), enquanto o colega dá aula. É talvez a maneira simplista de dizermos que voltámos de novo aos bancos da escola.